quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

lobo do homem..

''Temos três vidas: uma vivida, uma cobrada e uma desejada''

Escutei isso de uma professora de Literatura, mas nem lembro quem seja o poeta. Daí entrei em pânico ao perceber que essa concepção é fundamentada, de fato, na realidade. Por sinal, realidade mais minha do que nunca.

Difícil fazer escolhas tão definitivas. Passo largo demais para pernas curtas. Fico divida entre as grandes oportunidades e os grandes sonhos. E ainda assim, grandiosidade não é o problema. Se fosse o contrário; a falta de alternativa, mais perturbador seria a situação!

Querer e não poder, ter e não poder, optar e não poder... O que irritaria um ser humano ao ponto de implodir em questionamentos além dessa impotência??

Não sei explicar o que desejo, nem viver do jeito certo (ou cômodo), entretanto na parte do "ser cobrada", já sou PHD. Vem de mim a maior parte da pressão e ainda não encontrei um meio, uma válvula de escape qualquer que possa aliviar.

Muito doloroso ser o melhor para a sociedade e não ser o melhor de você. Thomas Hobbes disse ''O homem é lobo do homem" e eu não quis acreditar (no augue da minha inocência) e me ferrei. A subordinação que sempre condenei se voltou contra meus conceitos e já faço parte da brincadeira.

Daí, vou tentando, vou seguindo, procurando a vida que melhor se encaixa na minha.

Um comentário:

Waltin Sousa disse...

affffff maria, mamãe d DEUSSS!
estandu eu a Deus dará na vida,
olhando pros 4 cantos do mundu,
procurandu eu, uma resposata pra meus anseios!

quandu mi lembru eu d vóz micê!
num rezisti e vim vuandu, vuandu tv!
eis-me aq, a mercê d ti!
como parazita!
deixe-me crescer junto d ti?

sorveria d ti toda sua alegria.
alimentar-me-ia d suas forças,
regar-me-ia em tua sabedoria.
teus conhecimentos, seria minha bengala.

háááááá se eu pudeci!
se vc quizecíííí!
si meu dinheiru décíííí!

daria eu, minha vida!
só pá ter 1% d sua vitalidade.

perdão pelo falatorio desvairado deste pobri louco! já morto! homem mortal!