sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

virada.

"2011 foi foda". É  o único pensamento que vem à mente quando me perguntam sobre.

Posso dizer que houve inúmeras vitórias. Mudanças drásticas também. Coragem. Força de vontade. Encontros de alma para alma. Stress. Prazer. Arrependimento. Mais prazer que arrependimento.

Pouco importa a ordem dos fatores, pois me senti plena vivendo esse ano. Vamos aos fatos:

01. Mudei o local da minha escova de dentes (sim, agora a escova mora no meu quarto, disfarçadamente atrás de uma miniatura que ganhei de presente).

02. Fui promovida à aluna Ten. Coronel, mas também fui suspensa por criticar o desfile do 07 de setembro na beira-mar (desculpa ao comando! rs).

03. Assisti à consagração de uma pessoa muito especial, a mais linda que poderia existir; e sendo esta uma vitoriosa, me sinto tão vitoriosa quanto. Sou participante direta da glória da pessoa mais importante do mundo e me orgulho disto.

04. Tirei o all star e coloquei um dancing shoes.

05. Li o que pretendia ler.

06. Superei toda e qualquer expectativa no enem.

07. Reciclei várias pessoas e exclui tantas outras para o bem geral da nação.

E dentro da lista infindável de acontecimentos em 2011 nada, absolutamente nada equivale à sensação que me sucedeu poucos meses atrás.

Virei mulher, de fato. De forma inusitada, de surpresa, sem pretensão, mas sou uma mulher e com acanhamento, me orgulho disto também. Daqui para frente, mulher. É isso que posso compartilhar aqui.

Estou cada vez mais viva e satisfeita sendo quem sou da maneira que posso. Porém, agora meus limites não se restringem à linha do conforto. Descobri que sou amante dos desgostos e a eles agradeço por esse ano. Nada teria sido de extrema importância sem as dificuldades e meus dramas.

Espero e desejo tudo de lindo no ano que segue e que possamos sentir o perfume das rosas sim, mas também arrancar os espinhos coma boca.

Nenhum comentário: