segunda-feira, 18 de julho de 2011

Como demonstrar emoção através de atos de costume

"Como demonstrar emoção através de atos de costume’’. Ando em busca de aulas práticas sobre isso. Nos livros não aprendo, nos filmes, muito menos e até nos jornais não há quem se disponha à ensinar.

Tenho amigos que dizem que não sei abraçar. Tenho amores que dizem que sou frígida. Tenho mães que dizem que eu ainda não aprendi a rezar. Será que sou a derrota do mundo ao meu redor? O que aprendi em tantos anos, afinal? nada de expressar sensações, esboçar comoções, qualquer coisa que me torna humana.

Não tive o prazer de me conhecer desassociada a apatia. "Juliana, coração de pedra"; assim gritavam na rua quando criança. Daí, tiro um questionamento: o mundo me fez assim ou eu mesma me criei a esse modo? Coberta de penas, asas sobre o rosto ao lutar contra a luz do dia. Essa sou eu, vergonhosa de olhar nos olhos, impedida de transbordar algo bom e ainda por cima de tudo, tachada de não romancista.

Acorda e vê que sou uma louca sentimental! uma boba que não anotou na caderneta a lição número 01 de vida: Viver. Vê aí o quanto preciso voltar a escola e desamarrar os braços, os lábios e tudo mais até nunca mais querer parar!

Um comentário:

Anônimo disse...

pode não saber abraçar.. mas anda 'de mãos dadas' como ninguém. :))

e.. obviamente, aprendeu nos últimos meses a esboçar sorrisos e sentimentos sinceros, com a gata aqui no caso. 2 bjs. =**

v i n t a g e