segunda-feira, 28 de março de 2011

Faca e Queijo.

Eu queria que ainda fosse os dias onde o futuro estaria distante. Desejo diferentes fins para mim e a cada mês arrancado do calendário é uma porção de tempo a menos que tenho para decidir qual o rumo trilhar.

Daqui a 6 meses completo 17 anos. Não é muito nem pouco, mas é um limite. Agora já não posso adiar algumas chateações e preocupações. Estou com medo das minhas vontades. Parece que chegou a hora de arcar com as consequências dos atos. A faca e o queijo se uniram, eu acho.

Me sinto com o mundo nas costas. Sou o presidente dos USA e não sei assinar meu nome. Como posso fazer acordos de paz então?

É cada coisa absurda e atropelada que passa na minha mente: vestibular, morar só, formatura, festa de despedidas, comprar um carro, juntar dinheiro, sexo, intercâmbio, escolher um curso decente na faculdade, conhecer alguém especial, placa eternizada no corredor da escola, ganhar na megasena, dar a volta ao mundo, montar uma biblioteca, um grande amor, um emprego, meu dinheiro... meu tédio.

Não sei onde vou parar com tantas citações inacabadas, muito menos quem irá me acompanhar nessa empreitada. Só sei que pretendo ir longe.

2 comentários:

osmaresdemarte disse...

Olha, acredite, ir longe é o que muita gente quer...
Se for fazer isso, faça só, é melhor e mais divertido! :D

Caio disse...

Relaxa com 21 você pensará as mesmas coisas! Coisas de quem quer assumir muita responsabilidade.
Realmente vi que tu quer muita coisa, nessa idade eu num pensava tão alto assim, talvez eu seja limitado, ou entçao você megalomaniaca. huahauha.

Muito bom o texto.