sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Alice.

''Um grande amor não é possível. Talvez por isso, é que ele seja grande; para que caiba no impossível.''

Qual a diferença entre o dia e a noite no mundo de Alice?
Que mistério guarda aqueles olhos grandes?
E qual fantasia será realizada no país das maravilhas?
Quantos códigos preciso decifrar para tê-la menos em segredo?
É uma voz que ecoa pelos quatro ventos, viaja pelo mundo, e chega à mim. Chega em Alice, fazendo cócegas em suas orelhas, e volta para mim. Desvendar um amor tão profundo, além de exaustivo, é por lei universal e tridimensional, uma impossibilidade. Impossível, pois nenhum encanto pode ser desfeito pela lógica.

2 comentários:

Leo'Brasil disse...

Desvendar o amor é impossível por causa da miopia dos Homens, que não sabem ver com outros olhos...

"Impossível pois nenhum ecanto pode ser desfeito pela lógica".



São dos teus textos sem "lógica" que eu gosto mais!

Iago Barreto disse...

São tantos questionamentos pessoais, que até o mundo de fantasia, como o de Alice, passa a ser questionado.