sexta-feira, 30 de abril de 2010

me explica!

A principal característica da criatura humana é a vunerabilidade temporal. Os relacionamentos são muito descartáveis, entende? você convive com uma pessoa diariamente e então, devido a algum problema externo, tal pessoa sai do seu cotidiano e fica por isso mesmo! sentimos saudade por algum tempo e logo cai no esquecimento.

As histórias escritas, por mais intensas que sejam, sempre ficam para trás. É o normal, pois viver significa estar em constante mudança de estado; mas é tão chato! não criar laços afetivos desgasta a mente e o coração. É como se tudo que você fosse fazer tivesse um prazo de validade, então, qual a graça de fazer se o fim é uma certeza? O fim rege o universo. Todo mundo quer chegar ao fim para ter aquela sensação de dever cumprido e poder se perguntar: e agora, qual o próximo desafio?

Acho que todo mundo quer o fim do mundo só para saber se Jesus vai voltar.
Acho que todo mundo quer o fim do mundo para ver no que vai dar.
Acho que todo mundo quer o fim do mundo para ter uma segunda chance no bilhar.

Eu, particularmente, me pego pensando nessas bobagens toscas e não acho respostas coerentes. Por que a vida é tão efêmera? Por que as pessoas são tão ''de longe'' com tudo? Por que tanta indiferença? As vezes eu tenho vontade de descansar minha mente, mas não consigo. Meu coração bate rápido e o tempo não para. Ainda diria mais: o tempo não para e arrasta consigo o seu equilíbrio. Por que é tão complicado viver em um mundo compartilhado, hein? me explica, amor. Me explica!

4 comentários:

Taciana. disse...

pura verdade!
um dia a gente acha a resposta e se você achar antes que eu, por favor, me explica. (:

Leonardo disse...

Se você entender que as pessoas mudam... Que elas nascem constantemente.
- E essa mudança só faz algum sentido depois de um tempo.
Vai saber dar um novo “prazo de validade”.

- Leo'Brasil

giu batista disse...

verdade :/:/:/ mimimi:~
e nem importa se ninguém nos compreender.

Patricia disse...

Oi giu!
Esses seus dois últimos textos me falaram profundamente, especialmente o segundo. Fiz uma viagem pela minha vida...
Descrevi em pensamento minha vida para você...
"Por que as pessoas são tão ''de longe'' com tudo?"
Talvez porque “ser perto” exija muito de NÓS...
Um forte abraço.